Cantanhede

Centro da cidade de Cantanhede - edifício da câmara municipal

Cantanhede é uma terra de bons vinhos e espumantes, de gentes simpáticas e hospitaleiras. Um bom local para relaxar, aproveitando a beleza da praia da Tocha ou as lagoas do concelho.

É o maior concelho do distrito de Coimbra (quase 400 Km2 de área) e localiza-se no centro de um triângulo geográfico de especial relevância económica, tendo como vértices as cidades de Coimbra, Aveiro e Figueira da Foz. A antiga província é a Beira Litoral, mas a notação atual (NUTS) classifica a sua localização inserida na Região Centro, sub-região do Baixo Mondego.

É sede um município composto por 14 freguesias, com 35.742 habitantes (2016), delimitado pelo Oceano Atlântico a oeste, pelos municípios de Vagos, Oliveira do Bairro e Anadia a norte, Figueira da Foz, Montemor-o-Velho e Coimbra a sul e Mealhada a leste.

História de Cantanhede

Porquê o nome Cantanhede?

A origem do nome da cidade, ou seja, o topónimo Cantanhede vem da raiz celta cant, que significa «pedra grande», e provavelmente refere-se às diversas pedreiras existentes na região. Foi dessa forma que nasceu o primitivo «Cantonieti», que já aparece na documentação dos séculos XI, XII e XIII também com outras grafias como «Cantoniedi» e «Cantonidi».

Início da povoação

As primeiras referências históricas remontam a 1087, data em que D. Sisnando, governador de Coimbra, a teria mandado fortificar e povoar. Segundo alguns autores, D. Afonso II terá dado foral a Cantanhede, mas não existe documentação que sustente tal hipótese.

De facto, como certa temos apenas a data de 20 de maio de 1514, dia em que foi outorgado foral por D. Manuel I.

Segundo a crónica del Rei D. Pedro I, de Fernão Lopes, foi em Cantanhede, em 1360, D. Pedro I jurou solenemente perante o povo e os nobres do reino que a sua amada Inês de Castro era sua legítima mulher. Em 1470, D. Fernando doou a vila a João Gomes da Silva, mas esta voltou à coroa, para entrar mais tarde na posse dos Meneses.

Conde de Cantanhede

Armas do Conde de Cantanhede
O título de Conde de Cantanhede foi concedido inicialmente a 6 de agosto de 1479 por D. Afonso V a D. Pedro de Meneses, 5.º senhor de Cantanhede. Este gesto foi uma recompensa pela sua heroica participação na Batalha de Toro em 1476.

Mais tarde, entre 1640 e 1668, lutava-se pela restauração da independência, o seu quarto neto D. António Luís de Meneses, 3º conde e 11º senhor de Cantanhede, foi elevado a Marquês de Marialva por D. Afonso VI, como recompensa pela vitória na Batalha das Linhas de Elvas (1659). O condado foi diluído no marquesado; e o título de conde foi assim usado, tal como era prática corrente, pelo herdeiro do marquesado em vida do pai.

Município de Cantanhede

Localização do concelho de Cantanhede no mapa de Portugal

Presidente da Câmara: Helena Teodósio (PSD)

Habitantes: 35.742 (2016)

Área: 391 Km2

Densidade populacional: 91 hab/Km2

Feriado Municipal: 25 de julho

Gentílico: os habitantes de Cantanhede são os Cantanhedenses

Nº de Freguesias: 7 (ver freguesias)

Ano da fundação do município: 1514 (foral de D. Manuel I)

Código postal: 3060-XXX

Antigo prefixo telefónico: (231)

Concelho de Cantanhede

Lista das Freguesias

O concelho é composto por 14 freguesias:

  • Ançã
  • Cadima
  • Cantanhede e Pocariça
  • Cordinhã
  • Covanhões e Camarneira
  • Febres
  • Murtede
  • Ourentã
  • Portunhos e Outil
  • Sanguinheira
  • São Caetano
  • Sepins e Bolho
  • Tocha
  • Vilamar e Corticeiro de Cima

Demografia e outros dados de Cantanhede

Concelho de Cantanhede em números 2001 2011 2016 Variação
(2001-2016)
População residente 37.839 36.614 35.742 -5,5%
População jovem (menores de 15 anos) (%) 14,1% 12,7% 11,7% -17,0%
População em idade ativa (15-65 anos) (%) 65,7% 63,0% 62,4% -5,0%
População idosa (maiores de 65 anos) (%) 20,2% 24,3% 25,9% 28,2%
Índice de envelhecimento (idosos por cada 100 jovens) 142,7 190,7 222,0
Indivíduos em idade activa por idoso 3,3 2,6 2,4 -13,9%
Nascimentos 308 297 227 -26,3%
Óbitos 454 417 454 0,0%
Saldo natural
(diferença entre nascimentos e óbitos)
-146 -120 -227
Sociedades Constituídas 124 89 68 -45,2%
Sociedades Dissolvidas 22 74 64 190,9%
Desempregados inscritos no centro de emprego 722 1.244 1.288 78,4%
Estimativa da taxa de desemprego
(Desempregados inscritos por % população em idade ativa)
2,9% 5,4% 5,8%
Beneficiários do sub. de desemprego 186 624 480 158,1%

Consultar documento completo compilado pela Pordata

voltar ao índice

Clima e previsão do tempo

Cantanhede tem um clima moderado, com temperaturas bastante agradáveis nos meses de verão e primavera, entre os 20º e os 30º. No inverno a probabilidade de chuva é elevada mas tem existem muitos dias sem precipitação. Janeiro é o mês cuja probabilidade de chuva é maior.

Previsão metereológica para Cantanhede

Previsão das condições atmosféricas para os próximos quatro dias.

Como chegar a Cantanhede

Do sentido SUL – NORTE

Se viajar de carro e se o fizer pela A1, no sentido SUL-NORTE, deverá sair no nó de COIMBRA NORTE, com destino a CANTANHEDE/FIGUEIRA DA FOZ, circulando pela A14.

Na A14, deve sair para CANTANHEDE/ANÇÃ. Após passar a portagem deve, na rotunda de ANÇÃ, virar à direita para CANTANHEDE.

Do sentido NORTE – SUL

Se o sentido for NORTE-SUL, deverá sair para a portagem de MEALHADA/CANTANHEDE. Após passar a portagem deverá desviar à direita para MURTEDE/CANTANHEDE, circulando, pela estrada nacional.

Se viajar pela A17, no sentido SUL/NORTE, deverá sair para SANGUINHEIRA/TOCHA, seguindo pela N 335. Se viajar no sentido NORTE/SUL, deverá sair para MIRA/CANTANHEDE, seguindo pela EN 234 até Cantanhede.

Em alternativa, poderá utilizar os transportes rodoviários da empresa TRANSDEV COIMBRA, com saída do Largo do Arnado em Coimbra.

Circular dentro do Município

Cantanhede é servida pela seguinte rede de transportes:

  • URB IN – Transportes Urbanos de Cantanhede;
  • autocarros da empresa TRANSDEV;
  • táxis.

Os URB IN asseguram um serviço de transporte num trajeto que se desenvolve no núcleo urbano de Cantanhede, com passagem por locais de grande afluência, tais como como escolas, centro de saúde, hospital, recintos desportivos, Zona Industrial e outros espaços públicos, estendendo-se ainda aos cinco eixos da rede de freguesias: – Covões, Camarneira e Pocariça; – Bolho, Sepins, Cordinhã e Ourentã; – Outil, Cadima e Cantanhede; – Corticeiro de Cima, Vilamar, Febres e S. Caetano; – Tocha, Sanguinheira e Cadima.

Ver horários e preços

Horários dos autocarros da Transdev

Informações e contactos úteis ao visitante

Número de emergência nacional:  112 (em qualquer parte do país).

Hospital Arcebispo João Crisóstomo

Rua Padre Américo (ver no mapa), telefone +351 231 419 210

GNR – Posto Territorial de Cantanhede

Rua dos Bombeiros Voluntários (EN 234) (ver no mapa), Telefone +351 231 422 446

Bombeiros Voluntários de Cantanhede

Rua dos Bombeiros Voluntários (ver no mapa), telefone +351 231 410 000

Estação de Correios (CTT)

Praça do Marquês de Marialva, 16-27, nº 23 (ver no mapa), telefone +351 231 419 510

Necessita de uma farmácia?

Farmácia Central – Situada no Largo Conselheiro Ferreira Freire, nº 48 (ver mapa), telefone 231 422 216

Dormir em Cantanhede

B&B Hotel Cantanhede Coimbra

Situado na Avenida Comandante Xavier Gomes Gama, nº 1, a 3 minutos do centro da cidade, tem quartos espaçosos com casa de banho privativa e todo o conforto esperado de um hotel de 3 estrelas. Preço razoável, em linha com a localização e o nível de conforto.

Hotel B&B Cantanhede

Para reservar ou obter a melhor tarifa clique aqui.

 

voltar ao índice

Gastronomia da região de Cantanhede

O Município de Cantanhede tem uma gastronomia rica e variada com caraterísticas muito próprias embora, nalguns casos, apresente manifestas influências de outras regiões.

Pratos típicos

Sopa à Camponesa; Sopa Gandaresa; Caldeirada de Peixe; Robalo Assado no Forno; Batata Assada na Areia; Leitão à Bairrada; Cabidela de Leitão; Chanfana à Bairrada; Açorda de Nabos.

Doçaria

Bolo de Ançã; Tigelada; Filhós de Abóbora; Papas de Abóbora Menina.

Petiscos diversos

Chouriça de Vinho d’Alho; Morcelas de Sangue; Farinheiras; Boroa de Milho; Tremoço de Cadima.

Onde saborear estas iguarias

Restaurante Marquês de Marialva

Localizado no Largo Romal, nº 16, no centro da cidade de Cantanhede (ver no mapa), tem a possibilidade de escolher a Ementa Marquês, a Ementa Conde ou simplesmente pedir um prato da carta. Considerado Excelente ou Muito Bom por 93% dos comentadores do TripAdvisor, é considerado por muitos o melhor restaurante de Cantanhede. Rojões à marquês, Cabrito Assado à Padeiro ou Bacalhau Assado à Lagareiro são apenas alguns dos pratos que vai poder saborear neste restaurante. 

Restaurante Marquês de Marialva

O telefone para marcações é +351 231 420 010. Está aberto de terça a sábado para almoços e jantares. Ao domingo só serve almoço e à segunda-feira está encerrado. Poderá consultar a ementa no site do restaurante.

Cabana do Pastor

Localizado na Rua da Estação, nº 5 na freguesia de Murtede (ver mapa) tem um cabrito assado bastante afamado. Funcionários simpáticos e ambiente acolhedor. Fica um pouco afastado mas compensa a viajem. O telefone é o +351 231 416 350. Ao domingo e segunda-feira não servem jantares.

voltar ao índice

O que vale a pena visitar

Igreja Matriz de Cantanhede

Igreja Matriz de Cantanhede
Localizada na Praça Marquês de Marialva, a Igreja Matriz é dedicada a São Pedro. O Conde D. Sisnando, responsável pela reconquista da região de Coimbra aos árabes, doou-a, com a permissão dos responsáveis eclesiásticos, em maio de 1087, a Lourenço, o subdiácono.

A construção ocorreu em época anterior ao século XI e, segundo a lenda, teria sido erigido como templo islâmico, na calada da noite, durante o período da ocupação árabe na península.

«O exterior da Igreja é sóbrio, apresentando-se a sua frontaria enquadrada por cunhais de cantaria com capitéis, sobre os quais assentam elegantes pirâmides e encimada por um frontão triangular rematado por cimalhas. Sobre as cimalhas erguem-se o pedestal e a cruz. O acesso ao interior da igreja é feito através de um magnífico portal barroco, ladeado por duas colunas assentes sobre bases almofadadas e encimadas por capitéis, que sustentam o entablamento.» in site CM Cantanhede

Localização: Praça Marquês de Marialva (ver mapa)

 

Edifício dos Paços do Concelho (Palácio do Marquês de Marialva)

Na Praça Marquês de Marialva é obrigatória a visita aos Paços do Concelho, originariamente Palácio dos Meneses, família que detinha os títulos nobiliárquicos de Conde de Cantanhede e Marquês de Marialva.

A sua construção inicial deve-se, provavelmente, a D. João de Meneses e ainda hoje mantém alguns elementos quinhentistas do que foi a casa dos senhores de Cantanhede.

No interior encontra-se um pátio com dois pisos sobrepostos: o piso inferior tem uma galeria com sete tramos abobadados, decorada por nervuras cruzadas, mísulas e chaves de cariz renascentista, vendo-se numa delas a inscrição “ESTA OBRA/SE F(E)Z NO/ ANO DE 1553“.

O piso superior apresenta uma colunata de ordem jónica. A fachada do edifício, bem como a torre lateral, são de construção recente.
Desde 1805 que as sessões de Câmara se realizam no edifício, embora este só tenha passado a funcionar como sede municipal em finais desse século.

Cidade de Cantanhede - Edifício da Câmara Municipal

 

 

Museu da Pedra

Museu da Pedra de CantanhedeInaugurado em 20 de outubro de 2001, o Museu da Pedra está instalado num edifício do século XVIII que foi recuperado com vista à sua utilização museológica.

Possui uma coleção de arqueologia constituída por artefactos arqueológicos e sílex datados do Paleolítico Médio e recolhidos em diversas estações arqueológicas do concelho; uma coleção de Paleontologia, constituída por inúmeros fósseis em calcário de Ançã; uma coleção de geologia, composta por uma grande parte de litologias que afloram na região de Cantanhede, uma coleção de ferramentas tradicionais usadas na execução de trabalhos em pedra e uma coleção de Peças Artísticas que atestam a vasta utilização da Pedra de Ançã ao longo dos séculos.

O museu situa-se no Largo Cândidos dos Reis, nº 4 (ver no mapa) e o telefone é +351 231 423 730.

Horário: O museu está aberto de terça a sexta-feira das 10:00 às 13:00h e das 14:00 às 18:00h, sábado e domingo das 14:00 às 19:00h. À segunda-feira e feriados encontra-se encerrado.

voltar ao índice

Estátua do 1º Marquês de Marialva

Estátua equestre do 1º Marquês de MarialvaNa Praça Marquês de Marialva está a imponente estátua equestre de D. António Luís de Meneses, 1.º Marquês de Marialva e 3.º Conde de Cantanhede, nobre dotado de apurada formação militar que se notabilizou na Restauração de 1640 ao comando das tropas portuguesas nas batalhas das Linhas de Elvas e Montes Claros contra os exércitos castelhanos, que impediram a entrada
dos exércitos castelhanos em território nacional.

Os seus feitos militares valeram-lhe o título de Marquês de Marialva, por decreto de 11 de Junho de 1661, e exerceu os cargos de Conselheiro de Estado e de Guerra, Vedor da Fazenda Real, Ministro do Despacho, Governador das Armas de Lisboa, Setúbal, Cascais e Estremadura, e Capitão-GeneraI da Província do Alentejo. Em 1669 foi nomeado Procurador das Cortes de Lisboa por uniforme sufrágio do povo e da nobreza.

Da autoria de Alves André, prestigiado escultor do Concelho de Cantanhede e considerado um dos maiores especialistas na execução de estátuas em bronze, a obra impõe-se pelo grande realismo nas proporções e nos pormenores.

Localização: Praça Marquês de Marialva

(abrir mapa em nova janela)

EXPOFACIC

Pela última semana de julho, no Parque Expo-Desportivo de São Mateus, está patente a Expofacic – Exposição / Feira Agrícola, Comercial e Industrial de Cantanhede, o mais importante certame económico e festivo da Região Centro e também um dos mais importantes do país.

Os principais agentes económicos e culturais do município, em conjunto com um cada vez mais significativo número de empresas de âmbito nacional, apresentam a mais de 350 mil visitantes o que de melhor fazem e as suas últimas novidades.

A gastronomia regional assume especial destaque durante a feira, com diversas tasquinhas a concorrer pela atenção do visitante, oferecendo os mais deliciosos petiscos e alguns dos mais afamados pratos regionais. Consulte o site oficial em www.expofacic.pt.

Expofacic

Data: Semana que inclui o dia 25 de Julho (Feriado Municipal);  Local: Parque Expo-Desportivo de S. Mateus na cidade de Cantanhede

Para mais informações de caráter turístico consulte o posto de turismo

Posto de Turismo de Cantanhede

Toda a informação sobre o concelho dsiponível ao visitante. Venda de artesanato. Aqui organizam-se visitas acompanhadas ao município e à cidade sendo necessário marcação prévia. O posto de turismo situa-se no Largo Conselheiro Ferreira Freire (ver mapa) e está aberto, de segunda a sexta, das 10:00 às 13:00h e das 14:00 às 18:00h. Poderá utilizar o seguinte contacto telefónico: 231 410 155.

A Camara Municipal elaborou um roteiro turistico que poderá descarregar aqui. São 68 páginas com toda a informação sobre o que de melhor existe neste concelho.

voltar ao índice

Referências e bibliografia

Utilizamos diversas fontes na elaboração deste guia. Apresentamos aqui as principais:

  • Câmara Municipal de Cantanhede
  • Instituto Nacional de Estatística e Pordata
  • Booking.com, Google My Business, Google Maps e tripAdvisor
  • Direção Geral do Património Cultural

voltar ao índice

Temos outros guias de cidade que lhe vão interessar.

Experimente consultar: