Reguengos de Monsaraz

Reguengos de Monsaraz é uma cidade do Baixo Alentejo, pertencente ao distrito de Évora cuja história se confunde com a da Vila de Monsaraz. Por esse motivo, contamos aqui a história dessas duas localidades e desafiamo-lo a visitar ambas. Reguengos é cidade desde 9 de dezembro de 2004.

Cidade de reguengos de Monsaraz - vista aérea

O município de Reguengos de Monsaraz é constituído por quatro freguesias, sendo uma delas a vila de Monsaraz, estendendo-se por uma área de 464 Km2, contando atualmente com 10309 habitantes. Faz fronteira com o concelho de Alandroal a norte, Mourão a leste, Moura a sueste, Portel a sudoeste, Évora a oeste e, finalmente, a noroeste com o Redondo.

História de Reguengos de Monsaraz

Monumentos Megalíticos

Esta região é rica em monumentos megalíticos de todos os tipos – antas, menires e cromeleques – confirmando dessa forma a presença humana há, pelo menos, cinco mil anos.

Diversos monumentos megalíticos na região de Reguengos de Monsaraz

Alguns deste objetos merecem destaque a nível europeu, como o menir do Outeiro, também conhecido por “Penedo Comprido” ou o grandioso cromeleque do Xerez, constituído por cinquenta menires de granito e que nos transporta para outros tempos de culto aos Deuses e à natureza.

Monsaraz antes de Reguengos

A história do concelho de Reguengos confunde-se com a do anterior concelho de Monsaraz. O território é o mesmo mas a sede do concelho é que, inicialmente, era a vila de Monsaraz.

Por outras palavras, a Vila de Monsaraz liderou os destinos do municípo até ao ano de 1838. Posteriormente ocorreu um complexo processo de transferência da sede para a povoação de Reguengos. Esse processo culminou em 1851 com a fixação definitiva da sede do concelho na entretanto vila de Reguengos.

Mas a história do concelho começa com a história de Monsaraz.

História de Monsaraz

A proximidade de um rio e a excelente posição defensiva do terreno, fez com que esta região fosse escolhida para a criação de um castro pré-histórico e, mais tarde, ocupada sucessivamente por romanos, visigodos, árabes, moçárabes e judeus e, finalmente, povos cristãos.

A povoação entra, definitivamente, no domínio português com o rei D. Sancho II em 1232, auxiliado pelos templários. Nesse sentido, o rei faz a sua doação à ordem do templo, encarregando-a da sua reconstrução, defesa e repovoamento.

Mais tarde, em 1319, Monsaraz é erigida à comenda da Ordem de Cristo e fica na dependência de Castro Marim. É nesse momento que começa a ser construído o edifício do primitivo tribunal de estilo gótico e também torre de Menagem.

Durante a crise de sucessão de 1383-385 foi invadida pelas tropas do rei de Castela, Don Juan. No entanto, foi resgatada, posteriormente, pelo condestável D. Nuno Álvares Pereira.

Em 1422, por doação de D. Nuno Álvares Pereira ao seu neto D. Fernando, Monsaraz é integrada na influente Casa de Bragança.

Finalmente, em 1512, D. Manuel manda reformar o foral de Monsaraz e regula a vida pública do concelho e da vila por diploma jurídico e a confraria da Misericórdia de Monsaraz fica definitivamente instituída na Matriz de Santa Maria da Lagoa.

Origem do topónimo Monsaraz

Pensa-se que Mon Saraz seriam dois termos. A palavra Saraz pode derivar de Xarez ou Xerez pois o seu equivalente árabe será algo como Saris ou Sharish. Assim, Mon Saraz poderia significar Monte Xerez ou Monte Xaraz, ou seja, monte erguido no coração de uma terra nas margens do Guadiana, anteriormente povoadas por um impenetrável brenhal de estevas (ou xaras).

Dados demográficos

Reguengos de Monsaraz em números 2001 2011 2016 Variação
(2001-2016)
População residente 11.366 10.815 10.309 -9,3%
População jovem (mais de 15 anos) (%) 14,5% 14,1% 13,3% -8,3%
População em idade ativa (15-65 anos) (%) 61,5% 61,9% 62,3% 1,3%
População idosa (menos de 65 anos) (%) 24,0% 24,0% 24,4% 1,7%
Índice de envelhecimento (idosos por cada 100 jovens) 165,8 170,3 183,1
Indivíduos em idade activa por idoso 2,6 2,6 2,6 0,0%
Nascimentos 94 76 69 -26,6%
Óbitos 167 127 144 -13,8%
Saldo natural
(diferença entre nascimentos e óbitos)
-73 -51 -75
Sociedades Constituídas 29 17 25 -13,8%
Sociedades Dissolvidas 5 15 28 460,0%
Desempregados inscritos no centro de emprego 344 555 665 93,3%
Estimativa da taxa de desemprego
(Desempregados inscritos por % população em idade ativa)
4,9% 8,3% 10,4% 112,2%
Beneficiários do sub. de desemprego (em % pop. 15 ou mais anos) 120 (1,2%) 216 (2,3%) 179 (2,0%) 49,2%

Consultar análise completa da Pordata

voltar ao índice

Economia

O concelho de Reguengos de Monsaraz está localizado na ampla planície alentejana e nas margens férteis do grande lago da barragem do Alqueva. Por esse motivo, é uma zona principalmente agrícola onde os cereais, os olivais e a vinha dominam a paisagem.

O turismo é também, cada vez mais, um setor a ter em conta pois o município tem muito para ofererecer, do vinho à gastronomia, dos monumentos megalíticos às igrejas e edifícios históricos, da bela paisagem natural aos desportos náuticos no alqueva.

Enoturismo e produção de vinho

Quem pretende descontrair no ambiente relaxante e tranquilo do Alentejo, saboreando um copo de vinho especial rodeado por uma paisagem incrível, ou quem deseja conhecer melhor os vinhos da «Melhor Região de Enoturismo do Mundo», de acordo com o sítio de viagens do jornal norte-americano USA Today, irá encontrar na região vitivinícola de Reguengos de Monsaraz o seu destino de eleição.

Olaria de Reguengos

O Centro Oleiro de São Pedro do Corval é o maior do país contando com 25 olarias em atividade.  Dessa forma pode apreciar ao vivo esta arte ancestral.

A tradição da cerâmica em São Pedro do Corval remonta aos tempos pré-históricos, em virtude de existirem grandes depósitos de argilas com caraterísticas específicas nesta zona do Concelho. Atualmente encontramos em São Pedro do Corval verdadeiras obras de arte, quer na forma, quer na decoração – a pintura cerâmica – feitas com um saber ancestral e uma estética caraterística da região.

Município de Reguengos de Monsaraz

Localização do Concelho de Reguengos de Monsaraz no mapa de PortugalO município de Reguengos de Monsaraz está localizado no sul de Portugal, junto à fronteira com Espanha, no distrito de Évora. Ocupa uma área de 464 Km2 e tem 10309 habitantes, sendo a densidade populacional de 22 habitantes/Km2 .

O presidente da Câmara Municipal é José Calixto, eleito pelo Partido Socialista em 2017 com 63% dos votos. Dessa forma, conta com quatro vereadores numa câmara de cinco. O outro lugar de vereação pertence, assim, ao PSD.

O feriado municipal é o dia 13 de junho, dia de Santo António, sendo, dessa forma, este santo o orago do município.

Inicialmente, a sede do município foi a vila de Monsaraz, com foral de 15 de jjaneiro de 1276. Posteriormente, em 1838, a então vila de Reguengos recebe foral e dá-se assim a transferência da sede de Monsaraz para Reguengos.

Reguengos de Monsaraz é segunda maior cidade do distrito de Évora, constituindo um dos quatro concelhos que compõem a área suburbana de Évora, os quais são Arraiolos, Montemor-o-Novo, Reguengos de Monsaraz e Viana do Alentejo.

 

 

Atualmente, o município de Reguengos de Monsaraz está dividido em 4 freguesias:

Freguesias de Reguengos de Monsaraz

Mapa exibindo os limites das freguesias do concelho de Reguengos de Monsaraz

  • Campo e Campinho
  • Corval
  • Monsaraz
  • Reguengos de Monsaraz

 

Acresce que, o município engloba diversas localidades que não têm o estatuto de freguesia. Nesse sentido, apresentamos aqui as aldeias que integram, igualmente, este município.

  • Barrada
  • Caridade
  • Carrapatelo
  • Cerros
  • Cumeada
  • Ferragudo
  • Gafanhoeiras
  • Motrinos
  • Outeiro
  • Perolivas
  • Santo António do Baldio
  • São Marcos do Campo
  • Telheiro

voltar ao índice

Como chegar

De automóvel

A cidade de Reguengos de Monsaraz é servida pela Estrada Nacional N256. Se vem de Lisboa, ou mesmo do norte do país, deverá seguir pela A12 na direção sul até apanhar a A2. Saia para a A6 no nó da Marateca e continue dessa forma até à saída de Évora. A partir daí deverá seguir pela Nacional N114 e, passando a cidade de Évora, siga pelo IP2 (N18).  Posteriormente vai encontrar uma placa que indica N256 Reguengos e N256-1 ESPANHA, essa é a sua saída. Finalmente, após cerca de 20 Km, irá encontrar Reguengos de Monsaraz.

 

Mapa com o itinerário entre Lisboa e Reguengos de Monsaraz

 

 

O que visitar

A cidade, mas sobretudo o concelho, de Reguengos de Monsaraz tem dezenas de locais que vai querer visitar. Locais que contam a história desta região e , do mesmo modo, um pouco da história de Portugal.

Castelo de Monsaraz

Castelo de MonsarazNa Vila de Monsaraz, antiga sede do concelho, ergue-se o castelo medieval cuja construção se terá iniciado no reinado de D. Afonso III. Neste período é construída a alcaçova e as cinco torres quadrangulares, o cubelo e o troço da barbacã sul.

Posteriormente, no reinado de D. Dinis, foi erigida a torre de menagem e a barbacã exterior.

O castelo, no século XIX apresentava um adiantado estado de degradação. Nessa altura, a população, não vendo grande utilidade no castelo, optaram por utilizar parte da pedra da muralha para a construção de uma praça de touros.

O Castelo de Monsaraz está classificado como munumento nacional e, por esse motivo, tem uma ficha pormenorizada no IPPAR. Para saber tudo sobre este castelo consulte a ficha oficial do monumento.

Poderá igualmente consultar o mapa do local aqui.

Lenda do Castelo de Monsaraz

Na crise de 1383-85, o alcaide de Monsaraz tinha prestado vassalagem ao rei de Castela e não iria entregar o castelo aos partidários do Mestre de Avis de ânimo-leve.

Por esse motivo, Nuno Álvares Pereira montou cerco ao castelo esperando que os alimentos escasseassem dentro das muralhas. Passaram-se dias, depois semanas e não havia forma de os sitiados se entregarem.

Conta então a lenda que Nuno Álvares Pereira montou um esquema engenhoso para tomar o castelo. Os escudeiros do condestável ficaram escondidos atrás de penedos e barrancos nos arrabaldes do castelo de forma a não serem vistos pelas sentinelas e, durante a noite, soltaram vacas nesse vale.

Ao amanhecer, o alcaide, do alto das muralhas, viu as vacas soltas no vale e logo pensou que fosse algum milagre para valer-lhes na afição em que se encontravam. Junto com alguns serviçais, sai pela porta «colorquia» (porta falsa) e, cegos pela fome, nem se lembraram de a fechar.

Os homens de D. Nuno, vendo a porta aberta, entraram no castelo aprisionando facilmente os ocupantes. Enquanto isso, o alcaide e os seus homens continuavam, ingloriamente, correndo atrás das vacas no vale.

 

Casa do Barro

A Casa do Barro ou, por outras palavras, o Centro Interpretativo da Olaria de São Pedro do Corval é a forma de dar a conhecer esta atividade secular e reconhecida internacionalemente.

Casa do Barro no Corval, Reguengos de MonsarazToda a aldeia de São Pedro do Corval está, de uma forma ou de outra, envolvida na produção de peças cerâmicas.

A tradição da olaria remonta aos tempos pré-históricos, graças à existência de depósitos de argilas com caraterísticas específicas nesta zona do Concelho de Reguengos de Monsaraz, que motivaram desde sempre esta atividade.

Por entre potes, rodas de oleiros e fornos descobrem-se peças utilitárias tradicionais únicas que nos transportam para os tempos antigos em que o barro se moldava, dessa forma, às necessidades dos trabalhos dos campos e das vidas humildes no Alentejo.

Antes de visitar esta aldeia descarregue a brochura com o mapa e todos os pontos de interesse deste local.

A Casa do Barro está localizada na Rua do Jardim, nº 32, na freguesia de São Pedro do Corval, concelho de Reguengos de Monsaraz (ver no mapa).

Encerrada à segunda-feira.

 

Voltar ao índice

 

Museu do Fresco

Existe um museu na freguesia de Monsaraz criado à volta de um fresco do século XV descoberto casualmente em outubro de 1958.

É uma extraordinária obra de arte do fresco e única de assunto temático profano. Os frescos que existem em Portugal são de temas religiosos.

Museu do Fresco em Reguengos de Monsaraz

“No painel inferior, o artista pretendeu, abstraindo-se da pureza da justiça divina, mostrar o fiel retrato da justiça terrena, e numa sátira terrível mostrou a própria justiça venal dominada pela diabólica tentação do suborno.”

Antes de visitar o museu poderá descarregsr a brochura com toda a informação relevante sobre o local.

O Museu do Fresco encontra-se no Largo Dom Nuno Álvares Pereira, nº 12 (ver no mapa).

Encerra à segunda-feira.

 

Voltar ao índice

 

Casa Monsaraz

Foi o último edifício a albergar a extinta Câmara Municipal de Monsaraz, concelho extinto no momento em que a sede do município passou para Reguengos de Monsaraz.

Com caraterísticas arquitetónicas de fins do século XVII, a frontaria é constituída por arcada térrea de três vãos planos, ultrapassados, com fustes toscanos e sobrado de igual número de janelas, duas de peitoril e a central de sacada, lavradas em mármore branco. Tem telhado de quatro águas. No ângulo superior do cornijamento, na face da Rua do Castelo, ergue-se o brasão de armas da vila, que é simultaneamente do reino, também de calcário e aparentemente peça quinhentista, decerto recuperada do edifício primitivo.

O edifício sofreu danos provocados pelo terremoto de 1755 e, por esse motivo, foi dividido e parte dele vendido. Dessa forma apenas se conserva na posse da Junta de Freguesia a Sala de Sessões, que compreende o corpo principal voltado para a Praça alcançado pela escadaria de ardósia.

Casa de Monsaraz

Aproveite esta deslocação e visite também a Igreja de Nossa Senhora da Lagoa e o Pelourinho. Estão mesmo ali ao lado.

Igreja de Nossa Senhora da Lagoa na Vila de Monsaraz

Localização: Largo Dom Nuno Álvares Pereira, freguesia de Monsaraz (ver no mapa).

 

 

Voltar ao índice

 

Parque da Cidade

Simplesmente para passear e saborear um dia de sol e se, ainda por cima, está acompanhado de crianças este é um local para retemperar forças.

Parque infantil, parque de merendas, restaurante, bar, esplanada e zonas de descanso neste pulmão da cidade, onde a beleza da vegetação caraterística do Alentejo é harmonizada com o elemento água.

Parque da Cidade em Reguengos de Monsaraz

O espaço é percorrido por uma representação do rio Guadiana, tal como era antes da construção da barragem de Alqueva, onde por entre as curvas que desenhavam o percurso do rio, se podem encontrar pequenas cascatas representativas das muitas azenhas e moínhos que eram antigamente o ofício de muitos no concelho.

Localização: Campo 25 de Abril, na cidade de Reguengos de Monsaraz (ver no mapa).

 

 

Voltar ao índice

 

Passeios de barco no Alqueva

Se gosta de relaxar ouvindo o borbulhar da água a romper o silêncio da paisagem calma e serena do Alqueva esta atividade é para si.

Um simples passeio de barco para obervar a flora e fauna da região, fazer um pic-nic nas margens do Alqueva desfrutando, dessa forma, de algumas horas passadas em família.

Passeio de barco pelo Alqueva, em Reguengos de Monsaraz

Esta atividade é organizada pela Nautimonsaraz e por isso deverá contactá-la pelo número +351 962 650 708.

Localização: Centro Náutico de Monsaraz, na freguesia de Monsaraz (ver no mapa).

 

 

Voltar ao índice

 

Cromeleque do Xerez

O Cromeleque do Xerez é uma estrutura megalítica, erguida entre os inícios do quarto e meados do terceiro milénio antes de cristo.

Este monumento megalítico é constituído por 50 menires de granito, de forma fálica, cuja altura varia entre 1,20m e 1,50m. Ainda que a maioria destes menires esteja parcialmente fraturada, o facto de estes estarem prostrados “in situ”, possibilitou dessa forma a reconstrução da sua forma original.

Este cromeleque foi o único monumento da região a ser transferido em 2004 devido à construção da barragem de Alqueva, para junto do Convento da Orada (Telheiro).​

Cromeleque do Xerez - Monumento Megalítico

A crítica que geralmente é feita ao local é a falta de um painel interpretativo do monumento.

Localização: Ferragudo (ver no mapa).

Poderá igualmente visitar outros munumentos megalíticos do concelho de Reguengos de Monsaraz como: Antas 1 e 2 do Olival da Pega, Menir da Belhoa, Menir do Outeiro ou a Rocha dos Namorados.

 

Voltar ao índice

 

Comer em Reguengos de Monsaraz

Reguengos de Monsaraz é terra de bom vinho, do melhor que o alentejo produz. Do mesmo modo, os pratos regionais típicos do alentejo vão casar na perfeição com a excelente qualidade do vinho.

Os diversificados sabores da gastronomia típica são reflexo do sábio aproveitamento e combinação de excelentes ervas aromáticas, do azeite e do pão.

A cozinha regional alentejana tem sido naturalmente enriquecida pela influência de um clima muito caraterístico. Assim apareceram à mesa das cozinhas das pequenas aldeias a Açorda alentejana, as Migas de espargos bravos com ovos, as silarcas, a Favada, as Migas de porco, o Ensopado de borrego ou os apetitosos pratos de caça confecionados com coelho, lebre, perdiz ou javali.

Dessa forma, atrevo-me a sugerir-lhe alguns restaurantes onde poderá deliciar-se com a comida da região.

Restaurante Herdade do Esporão em Reguengos de Monsaraz

Restaurante Herdade do Esporão

Restaurante integrado na bucólica paisagem da Herdade do Esporão que, aproveitando materiais locais para a decoração do espaço, privilegia, dessa forma, a autenticidade e o conforto de quem o visita. Pratos simples para poder saborear e partilhar sem complexos. Elaborados naturalmente com produtos sazonais, de produtores locais e nacionais, acompanhando de perto o ciclo de cada um. Por isso, o menu está sujeito a alterações frequentes, sem aviso prévio.

O Restaurante Herdade do Esporão recomenda marcação de reserva com mínimo de 72h de antecedência.

Horário: Aberto para almoços entre as 12h30 e as 15h30. De 3.ª feira a Sábado. Encerrado dias 23, 24, 25 e 31 de Dezembro e 1 de Janeiro. Não se esqueça de reservar!

Localização: Herdade do Esporão, Reguengos de Monsaraz (ver mapa)

Telefone: +351 266 509 280

Encerramento semanal: domingo e segunda-feira

Restaurante O Aloendro em Reguengos de Monsaraz

Restaurante O Aloendro

Restaurante espaçoso, com cerca de 400 lugares, que serve igualmente cozinha regional, peixe fresco, caça e mariscos. O atendimento é simpático e cordial. Além disso tem parque de estacionamento próprio com lugares mais do que suficientes.

 

Horário: Aberto entre as 10h00 e as 24h00.

Localização: Avenida do Alentejo, 3A (ver mapa)

Telefone: +351 266 502 109

Encerramento semanal: segunda e terça-feira

 

Taberna Al-Andaluz em Reguengos de Monsaraz

Taberna Al-Andaluz

Este restaurante está situado mesmo no centro da cidade de Reguengos. Al-Andaluz foi o nome atribuído pelos muçulmanos a toda a península ibérica a partir do século VIII. Os muçulmanos não ocuparam toda a península mas, nas regiões onde estiveram, deixaram a sua marca culural que este restaurante pretende preservar com a sua decoração original. Descanse! Os pratos continuam a ser típicos do alentejo que, no entanto, não deixam de ter alguma influência árabe.

Horário: Aberto entre as 10:00h às 15:00h e das 17:30h às 22:00h.

Localização: Rua 1º de Maio, 39 Frente (ver mapa)

Telefone: +351 266 519 362 ou +351 965 639 028

Encerramento semanal: domingo e segunda-feira

Onde ficar alojado

O município de Reguengos tem disponível mais de 30 unidades de alojamento, desde o Hotel Rural de 4 estrelas ao Turismo de Habitação, incluindo uma grande variedade de unidades de Alojamento Local.​ Dessa forma, escolhemos algumas que irão tornar a sua experiência na região ainda mais inesquecível.

Reguengos Hotel - Entrada principal

Reguengos Hotel

Hotel confortável e, além disso, pratica preços justos e acessíveis. Logo após a sua chegada poderá dar um mergulho na piscina exterior, ou beber uma bebida no bar. Tem espaço de estacionamento gratuito e, por esse motivo, vai dormir ainda mais descansado.

Não está localizado no centro mas está muito perto, na Estrada Nacional 256, à entrada da cidade (ver no Google Maps).

Imagem aérea da Herdade de São Lourenço do Barrocal em Reguengos de Monsaraz

São Lourenço do Barrocal

Em primeiro lugar, ficar alojado numa magnífica herdade alentejana é, desde logo, uma experiência inesquecível por si só. Mas esta herdade, particularmente, tem obtido pontuações muito acima da média por parte dos hóspedes que aqui ficaram alojados.

Clique na imagem para obter imediatamente todas as informações pertinentes.

 

Imagem aérea da Herdade de São Lourenço do Barrocal em Reguengos de Monsaraz

Casa da Cumeada

Em primeiro lugar devemos alertar que este é um conceito de alojamento muito diferente do habitual. Nesse sentido, ao simples alojamento é associado, opcionalmente, o serviço de refeições de acordo com os princípios milenares da macrobiótica, através da alimentação natural (de origem vegetal) aliada a terapias naturais.

Do mesmo modo, integra atividades como consultas de alimentação e estilo de vida à luz da macrobiótica, reiki, reflexologia, massagem relaxante, etc.

Poderá obter mais informações no website da Casa da Cumeada em http://casadacumeada.pt/.

 

Contactos úteis para o visitante

O contavto mais importante que podemos indicar é o número nacional de emergência, válido para todo o território português: 112. Além disso, existem outros contactos, também importantes, que poderão ser muito úteis durante a sua visita.

  • Estação de Correios:  A Estação de Correios de Reguengos de Monsaraz situa-se na Praça da Liberdade, nº 22 (ver no mapa) mas podeá, desde já, utilizar o seguinte contacto telefónico 707 262 626.
  • Farmácia: Também na Praça da Liberdade, nº 28, está localizada a Farmácia Paulitos (ver no mapa), com o telefone 266 509 071.
  • Centro de Saúde: O Centro de Saúde de Reguengos de Monsaraz está situado na Rua Dr. Jacinto Fernandes Palma (ver mapa), e o telefone é +351 266 509 150.
  • Posto de Turismo: Na Rua Direita, nº 24 (ver mapa) vai encontrar o posto de turismo que o poderá aconselhar sobre os melhores locais a visitar. O telefone é 927 997 316 e está aberto todos os dias das 09:30 às 13:00 e das 14:00 às 17:30h.
  • Bombeiros: Os Bombeiros Voluntários de Reguengos de Monsaraz estão situados no Campo 25 de Abril, 29 A (ver mapa), e, por fim, o telefone é o 266 502 228.
  • GNR (Guarda Nacional Republicana): O Posto Territorial da GNR de Reguengos de Monsaraz está situado na Rua de Monsaraz e Corval (ver no mapa) e, finalmente, o telefone é 266 509 380.

Clima e previsão metereológica

A cidade de reguengos de Monsaraz, do mesmo modo que a região do Baixo Alentejo, tem um clima quente e bastante seco no verão. Por outro lado, o inverno é fresco e de céu, muitas vezes encoberto. Ao longo do ano as temperaturas variam entre os 5ºC e os 33ºC e raramente é inferior a 1ºC ou superior a 38ºC.

Previsão metereológica para a cidade do Reguengos de Monsaraz

Previsão metereológica para os próximos 4 dias em Reguengos de Monsaraz

Bibliografia e outras referências

Desde já garantimos que, se gostou desta página, irá adorar o nosso guia da cidade da Figueira da Foz. Mas, do mesmo modo, elaboramos outros artigos interessantes sobre mais cidades fantásticas como Sabugal ou Cantanhede.